A expressão da atitude de certeza em indivíduos com perda auditiva bilateral: análise prosódica. de Vasconcelos, C. A.; de Oliveira, B. F.; Carvalho, S. A.; and Reis, C. Anais do III Colóquio Brasileiro de Prosódia da Fala, 1:22-26.
A expressão da atitude de certeza em indivíduos com perda auditiva bilateral: análise prosódica [link]Paper  abstract   bibtex   
Este estudo teve por objetivo analisar a prosódia na expressão da atitude de certeza em indivíduos com perda auditiva bilateral comparativamente a indivíduos sem queixas de audição. Para tanto, foram selecionados 4 indivíduos sendo 2 com perda auditiva e 2 ouvintes todos falantes do Português Brasileiro e residentes em Belo Horizonte. Foram encontradas diferenças prosódicas estatisticamente significativas na expressão da atitude em análise entre os dois grupos considerando os parâmetros de duração do enunciado (p=0,000), F0 máxima (p=0,001), F0 mínima (p=0,000), intensidade máxima (p=0,001), intensidade mínima (p=0,000), F0 inicial (p=0,003) e F0 final (p=0,000) do enunciado. Apenas a tessitura não apresentou diferença estatisticamente significativa entre os grupos (p=0,082).
@article{de_vasconcelos_expressao_2011,
	Author = {de Vasconcelos, Carla Aparecida and de Oliveira, Bruna Ferreira and Carvalho, Sirley Alves and Reis, César},
	Date = {2011},
	Date-Modified = {2016-09-24 18:56:17 +0000},
	Journal = {Anais do III Colóquio Brasileiro de Prosódia da Fala},
	Keywords = {clinical, clinical phonetics, phonetics, Portuguese, pragmatics, prosody},
	Pages = {22-26},
	Title = {A expressão da atitude de certeza em indivíduos com perda auditiva bilateral: análise prosódica},
	Url = {http://www.periodicos.letras.ufmg.br/index.php/anais_coloquio/article/view/1202},
	Volume = {1},
	Abstract = {Este estudo teve por objetivo analisar a prosódia na expressão da atitude de certeza em indivíduos com perda auditiva bilateral comparativamente a indivíduos sem queixas de audição. Para tanto, foram selecionados 4 indivíduos sendo 2 com perda auditiva e 2 ouvintes todos falantes do Português Brasileiro e residentes em Belo Horizonte. Foram encontradas diferenças prosódicas estatisticamente significativas na expressão da atitude em análise entre os dois grupos considerando os parâmetros de duração do enunciado (p=0,000), F0 máxima (p=0,001), F0 mínima (p=0,000), intensidade máxima (p=0,001), intensidade mínima (p=0,000), F0 inicial (p=0,003) e F0 final (p=0,000) do enunciado. Apenas a tessitura não apresentou diferença estatisticamente significativa entre os grupos (p=0,082).},
	Bdsk-Url-1 = {http://www.periodicos.letras.ufmg.br/index.php/anais_coloquio/article/view/1202}}
Downloads: 0