Desenvolvimento do empreendedorismo de negócios: a influência do empreendedor no sucesso do negócio. Fonseca, P. A. R. F. D. d. January, 2016. 00000
Desenvolvimento do empreendedorismo de negócios: a influência do empreendedor no sucesso do negócio [link]Paper  abstract   bibtex   
As políticas governamentais erradas, aplicadas nos últimos quinze anos, levaram Portugal e os portugueses a um gradual e constante desinvestimento em atividades de produção industrial, agrícola e de bens de consumo. Estas atividades, para além de proporcionarem a entrada de divisas resultantes das exportações, mantinham um tecido empresarial e uma cultura ligada aos negócios que permitia a existência de alguma autonomia económica e meios reais de produção de riqueza, face aos países com quem temos relações comerciais. Assim, explorávamos algumas das matérias-primas que possuíamos e transformávamos nas nossas indústrias. A riqueza produzida por estas atividades foi sendo substituída por atividades ligadas a sectores de construção e produção de serviços. Sendo estas atividades necessárias para a economia, não produzem o mesmo tipo de riqueza, porque a maior parte dos ativos necessários a estas atividades foi importado para aplicar de forma desordenada no país, o que implicou o desequilíbrio constante da nossa balança comercial. A saída de divisas, o aumento constante da dívida pública e a destruição de grande parte do tecido empresarial, pela transferência de ativos financeiros e mão-de-obra para essas atividades, fez descurar o resto das atividades sustentáveis e a manutenção do necessário espírito empreendedor. Face à problemática em questão, entendemos definir, como objetivos de investigação, a avaliação das características de um conjunto de empreendedores que têm tido maior ou menor sucesso, de forma a compreender as diferenças que podem justificar o seu sucesso ou insucesso, contribuindo desta forma para uma melhor perceção das características que podem ser desenvolvidas para melhorar a capacidade empreendedora e, assim, apoiar a elaboração de soluções eficazes para esse fim. Perante estes objetivos, consideramos que seria necessária a utilização de uma metodologia que tivesse mais em atenção o pormenor, o que se consegue através do relacionamento mais aprofundado com os nossos interlocutores. Assim, optamos pelo método de estudo de caso com entrevista individual em profundidade semiestruturada para avaliar essas características que melhor justificam o sucesso ou insucesso deste grupo de doze empreendedores da cidade de Vila Real. Os resultados indicam que o planeamento e o risco controlado, aliado à capacidade de diversificação e inovação, são as principais características que diferenciam os empreendedores de sucesso.
@article{fonseca_desenvolvimento_2016,
	title = {Desenvolvimento do empreendedorismo de negócios: a influência do empreendedor no sucesso do negócio},
	shorttitle = {Desenvolvimento do empreendedorismo de negócios},
	url = {http://repositorio.utad.pt//handle/10348/5478},
	abstract = {As políticas governamentais erradas, aplicadas nos últimos quinze anos, levaram Portugal e os portugueses a um gradual e constante desinvestimento em atividades de produção industrial, agrícola e de bens de consumo. Estas atividades, para além de proporcionarem a entrada de divisas resultantes das exportações, mantinham um tecido empresarial e uma cultura ligada aos negócios que permitia a existência de alguma autonomia económica e meios reais de produção de riqueza, face aos países com quem temos relações comerciais. Assim, explorávamos algumas das matérias-primas que possuíamos e transformávamos nas nossas indústrias. A riqueza produzida por estas atividades foi sendo substituída por atividades ligadas a sectores de construção e produção de serviços. Sendo estas atividades necessárias para a economia, não produzem o mesmo tipo de riqueza, porque a maior parte dos ativos necessários a estas atividades foi importado para aplicar de forma desordenada no país, o que implicou o desequilíbrio constante da nossa balança comercial. A saída de divisas, o aumento constante da dívida pública e a destruição de grande parte do tecido empresarial, pela transferência de ativos financeiros e mão-de-obra para essas atividades, fez descurar o resto das atividades sustentáveis e a manutenção do necessário espírito empreendedor.
Face à problemática em questão, entendemos definir, como objetivos de investigação, a avaliação das características de um conjunto de empreendedores que têm tido maior ou menor sucesso, de forma a compreender as diferenças que podem justificar o seu sucesso ou insucesso, contribuindo desta forma para uma melhor perceção das características que podem ser desenvolvidas para melhorar a capacidade empreendedora e, assim, apoiar a elaboração de soluções eficazes para esse fim.
Perante estes objetivos, consideramos que seria necessária a utilização de uma metodologia que tivesse mais em atenção o pormenor, o que se consegue através do relacionamento mais aprofundado com os nossos interlocutores. Assim, optamos pelo método de estudo de caso com entrevista individual em profundidade semiestruturada para avaliar essas características que melhor justificam o sucesso ou insucesso deste grupo de doze empreendedores da cidade de Vila Real.
Os resultados indicam que o planeamento e o risco controlado, aliado à capacidade de diversificação e inovação, são as principais características que diferenciam os empreendedores de sucesso.},
	language = {por},
	urldate = {2017-03-15},
	author = {Fonseca, Paulo Alexandre Ribeiro Ferreira Dias da},
	month = jan,
	year = {2016},
	note = {00000},
	keywords = {🔍No DOI found}
}
Downloads: 0