Povos Karajá, Tapuio e Avá-Canoeiro: desafios de (re)existência. SILVA, L., LIMA, S., & SOUZA, E. Revista Temporis [Ação], 18(1):146–171, 2018.
Povos Karajá, Tapuio e Avá-Canoeiro: desafios de (re)existência [link]Paper  abstract   bibtex   
No território goiano há atualmente três povos indígenas aldeados: Karajá, Tapuio e Avá-Canoeiro. A localização de suas Terras Indígenas revelam o processo de conquista do interior do atual território brasileiro pelos colonizadores e as políticas de ocupação e desenvolvimento econômico adotados no Brasil referentes as regiões interioranas. A (re)existência indígena até os dias de hoje contra toda sorte de pressões e violências em afirmarem sua origem étnica e o valor atribuído aos seus territórios ancestrais revelam uma resiliência que vai sendo fortalecida nos seus projetos próprios de futuro. Este trabalho foi desenvolvido a partir de pesquisa qualitativa com pesquisa bibliográfica, trabalhos de campo e entrevistas. Autores como Lima (2010); Moura (2008); Silva (2010, 2016), dentre outros foram essenciais para o desenvolvimento da pesquisa
@article{silva_povos_2018,
	series = {Latin {America} / {Caribbean}},
	title = {Povos {Karajá}, {Tapuio} e {Avá}-{Canoeiro}: desafios de (re)existência},
	volume = {18},
	url = {https://www.revista.ueg.br/index.php/temporisacao/article/view/6913},
	abstract = {No território goiano há atualmente três povos indígenas aldeados: Karajá, Tapuio e Avá-Canoeiro. A localização de suas Terras Indígenas revelam o processo de conquista do interior do atual território brasileiro pelos colonizadores e as políticas de ocupação e desenvolvimento econômico adotados no Brasil referentes as regiões interioranas.  A (re)existência indígena até os dias de hoje contra toda sorte de pressões e violências em afirmarem sua origem étnica e o valor atribuído aos seus territórios ancestrais revelam uma resiliência que vai sendo fortalecida nos seus projetos próprios de futuro. Este trabalho foi desenvolvido a partir de pesquisa qualitativa com pesquisa bibliográfica, trabalhos de campo e entrevistas. Autores como Lima (2010); Moura (2008); Silva (2010, 2016), dentre outros foram essenciais para o desenvolvimento da pesquisa},
	language = {pt},
	number = {1},
	journal = {Revista Temporis [Ação]},
	author = {SILVA, Lorranne and LIMA, Sélvia and SOUZA, Edevaldo},
	year = {2018},
	keywords = {Language: Portuguese, Region: Latin America / Caribbean},
	pages = {146--171},
	file = {SILVA et al. - 2018 - Povos Karajá, Tapuio e Avá-Canoeiro desafios de (.pdf:/Users/bastien/Zotero/storage/K4T4FFLU/SILVA et al. - 2018 - Povos Karajá, Tapuio e Avá-Canoeiro desafios de (.pdf:application/pdf},
}

Downloads: 0